Espaço Leitor

Escreva-me

Partilhe comigo textos, pensamentos, poemas ou simples frases. Vamos trocar correspondência, ideias, projetos ou simplesmente os bons-dias.

Esta área será exclusivamente dedicada à publicação de conteúdos enviados por leitores.

Participe, e escreva comigo.

Os textos deverão ser remetidos para

tristaodeandrade@hotmail.com

6 comentários a “Espaço Leitor”

  1. A noite chegou o saldo do dia é feito.

    Mais uma vez eu fico grata!
    Grata porque a chuva veio, mas não fez estragos.

    O sol mesmo de fugida veio até a terra

    A agua permitiu-me matar a sede

    Refrescar.

    Relaxar meu corpo.

    Tive a sorte de ter alimentos para saciar a fome,fome…

    Que graças a Deus não cheguei a sentir…

    Tive alguns momentos menos agradáveis,sim

    Tive Amigos que ajudaram…

    Mas perto de tantos outros seres …

    Não foi nada.

    Tive uma cama para descansar,e cobertas para me aconchegar.

    Tive palavras tuas Mãe que me deste força para prosseguir….

    De ti filha chegou a palavra Mãe…..

    De algures se aproximou uma Luz que trouxe energia positiva.

    Meu dia passou mas vai continuar…

    E logo que o dia termine

    Começa um novo dia!

    Eu quero ter força para TE agradecer por tudo…

    Estou muito grata tenho sempre Alguém que me faz sorrir!

    OBRIGADA

    Mena Markes

  2. Um dia de chuva torrencial
    podia ser um manancial
    mas eis que tudo acontece
    pergaminho debaixo do braço
    uma direção em mente
    o pensamento não mente
    nem a intenção é outra
    águas revoltas, vento, chuva
    ribombar de trovões
    arrebatam-lhe a obra com força
    sem jeito ele corre despenteado
    para agarrar tresloucado
    Era uma vez um barquinho de papel…
    Naufrágio na sarjeta que vai ter ao Tejo!
    – Adeus, obra minha!
    -Já não a posso oferecer ao rei!!!
    -E agora? Que faço?!
    Teresa Faria

  3. A propósito do seu Exercício de intuição…Não sei se gosto muito dessa madame, ou será antes mademoiselle? Sim! A D. Intuição ou menina Intuição?! Não sei se a consulto muito! Acho que não temos uma relação por aí além! Acho que algumas vezes a olho com desdém! Todos os dias confrontamo-nos com dúvidas sobre determinadas atitudes a tomar até de forma rotineira! Para não fazer asneira! E decidir não é uma tarefa nada fácil! Mesmo em simples e aparentemente banais escolhas que são individuais e pessoais, tais como que roupa vestir, que sapatos calçar, que comer à refeição seguinte, mesmo sem qualquer requinte… De qualquer modo, acho que a intuição resulta de um entendimento rápido nem sempre consciente da sorte ou acaso, da energia despendida, e a nossa mente sente-se rendida e assim age impelida por uma força maior e mecanicamente levamos o tal empurrão e já estamos lá, já está feito, umas vezes felizmente outras infelizmente! Umas vezes acertamos em cheio, nos nossos tiros no escuro, em outras sai-nos um autêntico furo. A Intuição e o exercício da Intuição são coisas diferentes, a primeira está para todos, a segunda só para quem a quer exercitar, ou a isso é obrigado, depende da forma de percecionar a realidade, até da personalidade! Sim! As nossas preferências diárias, aquilo em que investimos mais, vai influenciando também na nossa maneira de ver o mundo, vai operando e dando origem simultaneamente a atitudes de permanência em umas coisas e outras atitudes de mudança. A felicidade constrói-se de pouco a pouco, através do prazer sentido em momentos, na contemplação de coisas simples como as árvores, as flores, os animais, as crianças, a amizade , o mar, os rios…as relações entre as coisas, as inter-relações pessoais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


nove × = 45

Tu és poesia, sabias?