Infernos e diabos

É perverso viver com tostões e ver os ladrões banharem-se em ouro. Receber o estouro das contas, e pagar as coisas tontas que alguém nos impingiu.
Gente que fez a “merda” e fugiu.
– Agarra que é ladrão, diabo que atira a pedra e esconde a mão não escapa atrás do colarinho. Um dia acaba na prisão com a cabeça cortada no pelourinho.

Tristão de Andrade

Foto – Fonte NET