Somos feitos de água.

Já não me lembro de chover.
O tempo fez esquecer a sensação de viver com as pingas da chuva.
O sol instalou-se como uma luva difícil de tirar.
Por estes dias água? Só no mar.
Está tudo seco. As ribeiras, os rios e as torneiras mas sobretudo a mentalidade.
Há gente que deixou sempre correr à vontade o bem que julgava eterno.
Atenção: o mundo sem água é o inferno.
Beba água sem moderação mas consuma com prudência.

Tristão de Andrade

Há fogo que não deixa de arder…


A floresta em Portugal esteve a arder. Os fogos foram impiedosos com o território, e os criminosos ainda andam a monte. Até ao momento não há culpados, só vítimas. Encontrou-se a causa no calor, no vento e nos fenómenos atmosféricos. Honraram-se os bombeiros, colectou-se um camião de coisas e dinheiro, e jogou-se à bola. Falta ainda apagar o fogo que continua a queimar no peito daqueles que viram as suas famílias, e as suas casas arderem.

Tristão de Andrade

Foto – Fonte Net